e-commerce Magento Peras Ideias

As cores, mesmo que muitos não saibam, funcionam como uma importante ferramenta de comunicação visual inconsciente. As pessoas que conseguem aproveitar desta função de maneira correta logo reconhecem seus resultados, como é o caso de um anúncio publicitário ou qualquer outra campanha de marketing.

No e-commerce, a situação não muda. A escolha de cores de uma loja virtual reflete quase que automaticamente em seu desempenho, pois ela é capaz de aumentar a taxa de conversão e de gerar vendas diretas. Por outro lado, caso não seja bem aplicada, ela também poderá prejudicar tudo isso.
Não se pode esquecer, é claro, das questões estéticas do layout, que deve ser eficiente e atrativo para conquistar a atenção dos internautas. Na elaboração dos logos das lojas virtuais, por sua vez, é cada vez mais constante a preocupação dos designers em selecionar as cores ideais para apresentar a marca aos consumidores.
Neste processo de escolha de cores, entram em pauta os critérios de personalização, fator indispensável e essencial para o sucesso de uma loja no mercado online. Entre as vantagens de customizar o layout, está a identificação do consumidor com a sua loja, o que o torna mais seguro e propenso a realizar uma compra.

Neste processo, as cores ocupam um papel muito importante, pois, como já dito anteriormente, elas têm o poder de impulsionar os consumidores a se sentirem incentivados a comprar ou, por outro lado, ansiosos para deixar o site. Quem determina tudo isso é a combinação de cores que serão escolhidas, pois cada uma desempenha um papel diferente durante sua percepção.
O mais importante para qualquer lojista é analisar as opções, visando sempre atrair o cliente e proporcionar nele sensações de satisfação que, por sua vez, impulsionarão o consumo.
A partir do momento em que se entende o perfil do seu cliente, torna-se mais simples destacar as cores que devem estar presentes em sua loja para fidelizá-lo. É preciso ter referências, pois o significado das cores é ligado à percepção das pessoas e depende de uma série de fatores, como idade, sexo e cultura.
Visto que a grande maioria das compras no e-commerce é realizada através da observação dos aspectos visuais, que, por sua vez, são a primeira impressão de qualquer consumidor, existem muitas outras razões que justificam a atenção que a escolha de cores merece.

Além de aumentarem o reconhecimento de uma marca e a destacar das demais, a cor é uma das grandes responsáveis pela aceitação de um serviço ou produto (e, também, pela rejeição!). Elas determinam em grande parte o julgamento do usuário em poucos instantes após a visualização.
Os anúncios coloridos, por sua vez, são visualizados por mais pessoas do que os em preto e branco, que geralmente passam despercebidos pelas pessoas. Ainda não está convencido? As cores ainda podem melhorar a leitura, o aprendizado e a compreensão, já que servem como uma “organização” para o cérebro no momento de observar algo.
Cada cor é única e, por este motivo, desperta sensações diferentes, assim como possui funções únicas e exclusivas. É por este motivo que o reconhecimento de seu público-alvo e dos objetivos de sua empresa são fundamentais para o planejamento do layout de seu e-commerce. Venha conhecer as diferenças entre elas!

Significados

Branco: a marca registrada da paz e da pureza. Geralmente, é também ligada à limpeza e à simplicidade, o que nos remete a ambientes e produtos leves e em harmonia (principalmente quando é usada em contraste com cores quentes).

Azul: de acordo com estudos, a cor sugere clareza, simplicidade e eficiência ao cérebro dos consumidores e aumenta a criatividade, a contemplação e a espiritualidade. Bastante utilizada no logo de bancos e instituições financeiras, no e-commerce é ideal para setor que sigam respeito à segurança de compra.

Amarelo: é capaz de transformar completamente um ambiente, pois produz a sensação de alegria, além de ativar a mente, favorecer a criatividade e proporcionar concentração. É acolhedor, estimulante e bastante utilizado para chamar a atenção de destaques em lojas virtuais ou até para Call to Actions.

Vermelho: a cor que mais atrai a atenção do consumidor, despertando nele a impulsividade e o desejo imediato. O vermelho estimula a energia e pode afetar a pressão sanguínea, a respiração, as batidas do coração e o pulso. Responsável por incentivar ações e confiança, é a tonalidade preferida das liquidações.

Preto: embora esteja frequentemente associado a situações tristes, o preto também pode ser reconhecido pela dignidade, o poder e a confiabilidade. O preto remete ao luxo e à sofisticação e é geralmente associado a produtos de maior valor agregado, como moda de alta costura e joias.

Verde: além de esperança, como já se conhece, o verde também carrega outros significados. Criatividade, abundância, equilíbrio, saúde e positividade são alguns deles. O verde tranquiliza os clientes e os motiva a seguirem em frente, concluindo a compra com mais segurança. É o mais indicado para o botão “Comprar”.

Laranja: menos excitante que o vermelho, mas agradavelmente estimulante. O laranja é uma das opções para o botão “Comprar”. Equilibrada e, ao mesmo tempo, vibrante, a cor reflete calor, excitação e entusiasmo, além de representar uma marca amigável, alegre e confiante.

Roxo: a cor sugere mistério, concentração, riqueza, justiça, autoridade, sofisticação, nobreza, espiritualidade, sucesso e sabedoria. Estimula a área do cérebro que cuida da resolução de problemas e da criatividade. No e-commerce, é geralmente utilizada em produtos de beleza ou contra o envelhecimento, moda e artigos religiosos.

Rosa: tradicionalmente associada à feminilidade, é uma escolha sem erro quando aplicada ao público feminino. No e-commerce “GLS”, por sua vez, constitui em um estereótipo bastante desagradável. O rosa encontra-se em maiores proporções nas lojas de roupas íntimas femininas, lojas infantis, de cosméticos, floriculturas, entre outros.

Empresas que utilizam cores estrategicamente

Como se pode perceber, as cores podem contribuir e muito para o sucesso de um comércio. Sabendo disso, grandes marcas investem em estratégias capazes de influenciar seu público alvo; basta combinar as cores certas de acordo com cada objetivo.
Este é o caso do McDonald’s, um dos mais comentados, que utiliza uma combinação de vermelho e amarelo para criar a sensação de apetite e urgência, associando também ao otimismo e conseguindo clientes para comer e deixar o lugar rapidamente.
A Starbucks, por exemplo, utiliza o verde para transmitir tranquilidade e harmonia. A imagem da sereia em seu logo ajuda a construir a associação com a natureza. O uso do verde promove o senso de relaxamento, que estimula os consumidores a darem uma pausa e aliviar o estresse do dia a dia.
A Fanta Laranja, por sua vez, é responsável por 70% das vendas da Fanta, mesmo que a marca utilize diversos sabores (e cores). Isto se dá, também, pelo tom de laranja, que retrata ânimo e atrai consumidores com mais facilidade.

O botão “Comprar”

Embora se saiba que um layout precisa ser harmônico e visualmente agradável, algumas cores independem da combinação utilizada no design de um e-commerce, como é o caso do verde no botão “Comprar”, geralmente considerada como a melhor opção.
Podemos associar estas características do verde ao semáforo, que indica a hora de seguir; à cor do caixa eletrônico de algum banco, que confirma as ações e, também, à tecla do telefone, que gera a conclusão ou a aceitação de uma ligação.
A cor desse botão influencia diretamente no desempenho da taxa de conversão da página de produtos, portanto não dá para determiná-la de acordo com o que se gosta. Caso não se deseje optar pelo verde, é preciso considerar alguns aspectos na escolha, como contraste em relação às demais cores, poder de evidência da cor escolhida, estimulação da ação imediata, posição e localização de destaque, entre outros. Lembre-se sempre de que esta é uma decisão muito importante para os resultados de uma loja virtual.

A escolha de cores para um e-commerce vai muito além de convenções ou gostos pessoais, portanto as cores de sua loja virtual não devem ser as suas preferidas, mas aquelas que conseguem estabelecer uma comunicação mais afetiva com os consumidores, de acordo com os objetivos de seu negócio. Vale a pena investir nas cores que realmente identificarão sua marca na internet.
Tenha essas informações em mente antes de definir a paleta de sua marca. Aprenda a usar este recurso a seu favor, ajustando conforme a identidade de sua empresa, suas necessidades e objetivos, oferecendo um design que favoreça suas vendas e seu relacionamento com os clientes.

Por: E-Commerce Brasil

PERAS Tecnologia de Resultados Ltda. |

CNPJ: 11.692.681./0001-12